O bicho-de-pé é um pequeno parasita causado por um tipo de pulga denominada Tunga Penetrans, que penetra na pele, principalmente dos pés, onde se desenvolve rapidamente e pode viver por vários dias.

Os principais sintomas são: erupção na pele; ponto preto no centro e branco à volta; coceira; dor e desconforto; vermelhidão; presença de secreção transparente ou amarelada (em casos de inflamação ou infecção local).

Devemos estar atentos aos locais onde habitam os ovos e parasitas que causam bicho-de-pé, principalmente: solos com areia e pouca luminosidade, parte fofa da areia nas praias, tanques de areia em parques, chiqueiros ou a montes de esterco. A pulga mede cerca de 1 mm e pode, também, estar nos pelos de cães e gatos, se alimentando do seu sangue.

O tratamento consiste em remover o parasita na pele e pode ser feito por um podólogo, que remove o bicho-de-pé com um bisturi. Em alguns casos, é necessário a prescrição de medicamentos realizados por um médico.

A prevenção para o bicho-de-pé é simples: use sempre calçados fechados em locais com areia fofa e parada, principalmente por onde passam muitos animais domésticos, como cães e gatos. Também é importante levar os animais domésticos ao veterinário para avaliar se eles estão infectados com a pulga do bicho-de-pé, e iniciar o tratamento adequado para que a doença não passe para as pessoas.

Ficou com alguma dúvida? Nossos especialistas estão a disposição para conversar com você!