Os calos se formam por atrito e pressão. Quando o problema não é diagnosticado e tratado a tempo, os calos podem ganhar volume e começar a doer. Normalmente, isso ocorre em função de uso de sapatos inadequados, associados a pisadas erradas e outros problemas como obesidade, por exemplo.

Há vários tipos de calos, que precisam ser avaliados por especialistas para um tratamento adequado. No entanto, é fato que você não deve cortar calos com tesouras, giletes ou outros objetos cortantes por conta própria, pois os riscos de ferimentos e infecção são enormes e podem complicar muito algo que é simples de resolver quando você recorre a ajuda especializada.

No vídeo abaixo, Cristina Lopes, coordenadora técnica da Doctor Feet, explica como ocorrem os calos e como tratá-los com eficiência, recorrendo a um podólogo.

Tags: calos, calosidade.
Compartilhar: