07/12
Pés diabéticos e pés de diabéticos, você sabe a diferença?



Na rede de podologia Doctor Feet, os profissionais são altamente qualificados para oferecer os cuidados necessários ao paciente. Os cuidados com os pés nunca devem ser deixados de lado. São eles que refletem, muitas vezes, como anda a nossa saúde. Algumas pessoas devem dedicar uma atenção especial aos sinais que os pés indicam, como por exemplo, os diabéticos. Mais de 10 milhões de brasileiros possuem a diabetes. O alto nível de glicose no sangue pode causar lesões nos vasos sanguíneos, reduzindo a circulação de sangue nos pés. Com isso, a pele fica enfraquecida, facilitando o aparecimento de ferimentos e dificultando a cicatrização.

 

Entretanto, há uma grande diferença entre “pés de diabéticos” e um “pé diabético”. Os pés de diabéticos podem ainda não ter sido atingidos pela diabetes, enquanto que um “pé diabético” já foi atingido pela doença e tem problemas de perda de sensibilidade.

Para quem tem diabetes, as complicações do pé são um perigo constante e merecem toda a atenção e cuidados diários. A pessoa pode se machucar e como não sente dor, acaba por não perceber, desenvolvendo calos de pressão, lesões na pele e articulações. Em casos mais graves, a demora para cicatrizar um ferimento pode infeccionar o pé e até levar à gangrena.

Na Doctor Feet, os profissionais são qualificados e treinados e muitos possuem cursos complementares para atender ainda melhor os diabéticos. Por isso, recomenda-se a visita regular ao podólogo para que se possam evitar problemas futuros. O “Tratamento Tradicional Completo” é o mais indicado para esses pacientes, pois nele se faz a Podoprofilaxia cuidadosa dos pés.

Além desses cuidados específicos realizados pelos profissionais da área, algumas dicas da Coordenadora Técnica da Doctor Feet, Cristina Lopes, podem ser seguidas e feitas em casa:

1. Fazer uma minuciosa verificação dos pés todos os dias, olhando se existem ferimentos, calos, calosidades, etc.

2. Usar calçados apropriados (confortáveis, mas que dão proteção aos pés).

3. Utilizar cremes hidratantes específicos à noite para evitar o ressecamento e as rachaduras.

4. Utilizar óleos essenciais que evitam a proliferação de fungos que causam as micoses (melaleuca, por exemplo).

5. Não cortar as unhas muito rentes e não mexer nas peles nos cantos das unhas.

6. Fazer visitas regulares ao médico e, pelo menos a cada 30 dias, ao Podólogo.

Serviços e Produtos Doctor Feet

A Doctor Feet é uma rede especializada em serviços de podologia, preventivos e curativos, manicure e uma linha completa de produtos para os pés de marcas líderes do mercado, além de outros de marca própria. Também, dispõe para venda de uma gama de produtos médicos e ortopédicos homologados pelo Ministério da Saúde.

Preocupada em atender integralmente as normas da Vigilância Sanitária, a Doctor Feet utiliza materiais descartáveis e instrumentos esterilizados em autoclave. As instalações são confortáveis e contam com cabines individuais, cadeiras reclináveis e o uso de materiais descartáveis.

Dentre os serviços, oferece o Tratamento Tradicional (que inclui o corte técnico das unhas, desbaste de calos e calosidades e hidratação dos pés), Reflexologia, Hidratação com parafina, Aplicação de Órteses, Aplicação de Fototerapia, Tratamento para Olho de Peixe e Calos Infeccionados.

Para mais informações acesse ao site: www.doctorfeet.com.br 

Fonte: Jornal Web Digital
Compartilhe: